Sobrevivendo a Momentos Áridos

Imprimir
Apesar de Deus não ter outro desejo que partilhar-se com você. Ele frequentemente oculta-se para um propósito. Pode ser para levantá-lo da indiferença, ou talvez você não o tenha procurado em fé e amor Porém, qualquer que seja a razão, Ele faz isto a par da sua imensa bondade e fidelidade a você. Frequentemente estas Suas aparentes ausências são seguidas pelo consolo do Seu amor.

Durante estes períodos poderá começar a acreditar que a maneira de provar a sua fé é por um maior grau de afeto, ou por um exercício de força e atividade. Com certeza, poderá dizer: isto moverá Deus a visitá-lo novamente.

Não, querida alma, acredite-me este não é o caminho. Você precisa esperar pela volta do Amado com paciente amor, humildade, paz e adoração silenciosa. Ao fazer estas coisas, demonstre ao pai que é somente Ele e pelo seu Bom prazer que você o busca, e não prazeres egoístas para sua satisfação.

Não seja impaciente nos seus momentos de adversidade. Espere pacientemente por Deus. Fazendo assim, sua vida de oração crescerá e será renovada. Na renúncia e no contentamento, aprenda a esperar pela volta do seu amado. Entremeie sua espera com lamentos amorosos. Esta conduta certamente agradará a Deus e apressará Seu retorno.

 

Extraído de: Experimentando Deus através da Oração. Madame Guyon. Editora dos Clássicos

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.